Arquivo da tag: subidas

SMELJ 1ª Etapa – últimas vagas!

Galera, prazo para inscrições na primeira etapa da Prefeitura vai até domingo, porém já foram preenchidas mais de 80% das vagas, quem tiver interesse tem que agilizar!!! Esta primeira etapa tem inscrição gratuita, porém, a pedidos da SMELJ estaremos doando latas de leite em pó, para tanto solicitamos à todos o pagamento de R$ 10,00, que serão destinados a compra dessas latas. Quem fizer essa doação voluntária levará de brinde um boné exclusivo G5, confira!
g5 esportes 2 (1)

Olha a lista de confirmados aí:
SMELJ ETAPA 1 – 19/05/2013
5 km
Adriana
Carlito
Claudia
Cristiano
David
Fabio
Felipe
Guilherme
Jéssica
Lea
Lucas
Malu
Roberson
Rosemari

10 km
Anderson
Celso
Cristela
Daniel
Danielle
Edson
Eduardo
Elisa
Francesca
Guilherme
Gustavo
Hilma
Jefferson
João Gilberto
Levi
Luiz H
Marcio
Mariana
Paola
Patricia
Paula
Thomas

Já deu uma olhada nos percursos da prova? Confira:
Percurso

Anúncios

A G5 desceu a serra até “RioMafra”

A segunda edição da Meia Maratona RioMafra, intitulada Meia dos Morros por 90% dos participantes, aconteceu neste último domingo, 17/fev. Mais de 800 atletas inscritos estavam presentes, de todo o Paraná e Santa Catarina, e até ilustres presenças de atletas de SP e de Marcos Alexandre Elias, atleta do Cruzeiro. G5 Esportes estava presente, com tenda e tudo!! Descemos a serra de busão (disponibilizado pela organização), e nos instalamos na praça central de Rio Negro. 13 “malucos” toparam o desafio, com desfalque do Léo que acabou não viajando.

Ladeira abaixo
Ladeira abaixo

A premiação em dinheiro atraiu muitos atletas de elite e o nível da prova foi alto, com os três vencedores no masculino chegando abaixo de 1h10m (ótimo tempo para a altimetria da prova). Falando na altimetria, morros e mais morros fizeram muiiiita gente andar, e vários até a desistir da prova. Dos 21,1km, foram 10,86 SUBINDO!!! E 8,09km descendo! Não tinha plano? É!! Apenas 2km de percurso plano! Era uma subida atrás da outra, com algumas descidas no meio, desafiador!!

Falando do percurso, com largada em Rio Negro/PR, e logo no início cruzando a fronteira para Mafra/SC, percorrendo 95% de ruas asfaltadas e 5% em paralelepipedo. Cidades simples e bonitas, típicas do interior, e com os moradores muito animados e acolhedores. A cada esquina, em cada casa, um grupo de pessoas aplaudia e incentivava os corredores, apoio fundamental!

Ponto negativo para o percurso, ponto positivo para o apoio dos moradores, mas o sol veio para desequilibrar essa contagem!! Durante a viagem o tempo nublado anunciava um clima agradável e até uma possibilidade de chuva, mas minutos antes da largada, o sol apareceu, e veio com força!! Pra piorar não tinha vento, e infelizmente faltou água em alguns pontos.

Pra quem tinha um tempo alvo, 10min a mais no final era normal!! (Em breve divulgaremos as entrevistas com os alunos G5 para ilustrar melhor esse tema). Foi um festival de gente “quebrando”, caminhando, sofrendo, uma experiência e tanto. Segundo muitos, mais difícil que fazer uma Maratona!

Confira os resultados da galera G5:
fev_Mafra_resul

Confira algumas fotos do evento:

Maratona de Curitiba 2012

O evento mais desafiador da cidade está chegando!! Faltam pouco mais de 2 meses para a Maratona Caixa de Curitiba, que será realizada no dia 18/nov. Além da distância oficial do 42195m, a prova conta com a disputa dos 10km, e caminhada de 5km. As inscrições estão rolando até o dia 11/nov, e o custo é de R$ 70,00!

A galera G5 já está treinando para a prova, que promete ser um dos maiores desafios de suas vidas!!! A preparação envolve mais de 3 meses de treinamento, programando um aumento gradativo no volume semanal de treino (km/semana), assim como aumento nas distâncias percorridas em cada treino através dos treinos longos (famoso longão). A preparação base se encerra no longão de 28km, daí por diante cada atleta seguirá uma planilha específica de acordo com sua necessidade e seus objetivos na prova. Talvez o grande desafio para todos seja completar a prova sem caminhar, mas muitas vezes a caminhada pode ser utilizada como uma estratégia para se completar a prova com tranquilidade (ou com menos sofrimento).

O Prof. Guilherme, que completou a Maratona de Curitiba em 2010, comentou sobre a experiência: “Em 2010 não fiz uma preparação adequada e o corpo não resistiu, tive que caminhar durante alguns quilômetros, quase desisti, completei a prova exausto em 4h46min”. Ele comentou ainda que até os 28-30km se sentia bem, mas de um instante pra outro as dores e câimbras vieram e atrapalharam tudo. “No começo é muito importante você se controlar e procurar correr dentro da programação e do ritmo de treinamento. Alguns segundos a menos por quilômetro podem acarretar numa fadiga insuportável no final da prova”.

Durante as próximas semanas você poderá acompanhar aqui a rotina de treinos, fotos e o depoimento dos “malucos” G5 que irão encarar esse desafio!!

Curtiu? Vem com a gente!! Keep Running!